sexta-feira, 22 de março de 2013

A caminhada




Nada muda, nada acontece. Eu tenho sonhos pra mim, é claro. Assim como você deve ter. Mas será possível realizar todos os nossos sonhos?
O que mais me apavora na vida é a possibilidade de fazer escolhas. E também é o que eu mais gosto nela. Só que as nossas escolhas de hoje refletirão em toda a nossa vida futura. E se o que eu escolher não for o que é bom pra mim? E se eu for infeliz no futuro?
E se a profissão não for essa, o namorado não for esse, o sapato de formatura não combinar com o vestido? E se, e se, e se???
Meu único objetivo na vida é viver por o motivo que eu gostaria de morrer, mas alguém já disse isso.
Mas diante de tantas causas, razões e ambições acharemos uma única dentre tantas outras para viver e se for necessário, morrer?
As perguntas nunca vão acabar. Eu realmente acredito que com o tempo tudo vai se acertar, mas tenho medo que não. Tenho medo que eu viva e morra, sem nunca ter vivido de verdade. Serão as artes, a ciência e toda iluminação e sabedoria que me indicarão o caminho que devo seguir?
"E se" é a pior incógnita que já foi criada, porque dela não saem respostas exatas e prontas. O nosso futuro é decidido no presente, o qual é reflexo do nosso passado. Não há fórmulas mágicas, nada de soluções. Só um caminho à trilhar... Temos que torcer para que o final valha a pena. Talvez seja tudo o que possamos fazer.

quarta-feira, 20 de março de 2013

Sobre o ciclo natural das amizades

Acabou a graça. Você e seu melhor amigo não tem mais nada a ver. Os assuntos que sua amigo fala, que são praticamente o centro do mundo dele, são totalmente imaturos. Dizem coisas que quando você ouve, se escandaliza. Aquilo simplesmente te incomoda. Tudo te incomoda. Ver a mesma coisa se repetir todos os dias te cansa. O que fazer quando seu amigo de anos não é mais a pessoa que costumava ser? Na verdade, ele mudou ou foi você que mudou? Infelizmente, ou não, isso é inevitável. A gente cresce. As coisas devem ficar para trás. O preço é alto, sim. Mas nada pior que forçar intimidade, um relacionamento que empacou. É mentira o que nossos pais e professores dizem: desistir nem sempre é ruim. As vezes, por mais amor que nos sintamos, temos que assumir o papel principal de nossas vidas. E todo posicionamento apresenta um risco.

sexta-feira, 1 de março de 2013

Aquecimento Global: Realidade inventada? - Polêmica da semana

Hoje, abre-se a tag "Polêmica da semana" e eu NÃO vou iniciar falando sobre a renúncia do Papa Bento XVI ou sobre a Jornalista e blogueira Cubana de nome engraçado. Aliás, seria bem mais fácil falar sobre esses dois assuntos, já que determinada rede de telecomunicações brasileira (a Globo mesmo) está nos saturando a semana inteira com notícias e mais notícias sobre.
A polêmica de hoje é: Aquecimento Global. Realidade inventada?
Meu título é muito teatral, eu sei. Vamos aos fatos:

- É FATO QUE: O aquecimento global é necessário para vida do planeta. (Ah, jura?)


O aquecimento global "é o aumento da temperatura média dos oceanos e do ar perto da superfície da Terra que ocorre desde meados do século XIX e que deverá continuar no século XXI." (Wikipédia).
Alguns cientistas ainda alertam que é um fenômeno natural do planeta, e que só estamos alarmados pois analisamos em um curto período de tempo ( por volta de 200 anos).
Ainda no governo Bush,em 2007, a porta-voz oficial da IPCC na época, Kristen Hellmer, disse que nos traria benefícios: "É importante considerar tanto os riscos como os benefícios para a saúde do aquecimento global. Nós nos apoiamos nas melhores ciências e tecnologias para definir nossas decisões políticas".

-TAMBÉM É FATO QUE: Devemos cuidar do planeta.

O aquecimento global não é teoria ou historinha pra boi dormir. Ele é, de fato, um fenômeno ocorrente em nosso planeta hoje. Há indícios fortíssimos de várias mudanças no clima da terra, ao longo dos bilhões de anos, como a Era Glacial, e com certeza, o que as nações querem evitar é uma repetição da destruição da vida na terra. Porém, nossas tentativas podem nos levar a lugar nenhum. A natureza é bem mais forte do que realmente imaginamos, e talvez nem toda nossa tecnologia possa impedir a destruição do planeta. Espero que, daqui há 500 milhões de anos, os futuros habitantes da terra entendam que fizemos tudo o que podemos, e que não escavem nossas ossadas e mexam em nossas casas, assim como fazemos com os dinossauros e homens de Neandertal.
E também, nada pode acontecer. Aí, finalmente, depois de tantas especulações e teorias assustadoras,
aprendamos a cuidar do nosso querido planeta.



O BRASIL NO ASSUNTO: Divino Moura, diretor do Instituto Nacional de Meteorologia , disse, em 2007, que o aquecimento global e a atual evidência do assunto no mundo pode trazem investimentos "as energias renováveis e aos biocombustíveis, que podem ser a porta para o desenvolvimento econômico" de países como o Brasil, Argentina,...



De 2007 para 2013, pouca coisa aconteceu no que se refere ao acesso a população à políticas de preservação. Isso é culpa do governo, que não nos disponibiliza meios de aprendizado e informação, e também é culpa de nós mesmos, que não as buscamos.


OBS: Imagens do Google Imagens, se você é dono dessa imagem, procure a aba Contato.