segunda-feira, 29 de julho de 2013

Um rápido abandono

Olá, comecei outro blog. Clica aqui. Bem, volto com tudo a partir de agora, me dedicarei de verdade à vocês... Aguardem novo template e novos postS :)

sexta-feira, 19 de julho de 2013

Primeira vez

Olá, faz uns tempos que vi um vídeo muito legal na internet e hoje em pesquisas o vi de novo e decidir postar aqui pra vocês. Ele mostra crianças provando alimentos pela primeira vez (dai o título do post) e é fofo demais, vejam só:




















           

segunda-feira, 8 de julho de 2013

Texto do dia

Cometa bobagens. Não pense demais porque o pensamento já mudou assim que se pensou. O que acontece normalmente, encaixado, sem arestas, não é lembrado. Ninguém lembra do que foi normal. Lembramos do porre, do fora, do desaforo, dos enganos, das cenas patéticas em que nos declaramos em público. Cometa bobagens. Dispute uma corrida com o silêncio. Não há anjo a salvar os ouvidos, não há semideus a cerrar a boca para que o seu futuro do passado não seja ressentimento. Demita o guarda-chuva, desafie a timidez, converse mais do que o permitido, coma melancia e vá tomar banho de rio. Mexa as chaves no bolso para despertar uma porta. Cometa bobagens. Não compre manual para criar os filhos, para prender o gozo, para despistar os fantasmas. Não existe manual que ensine a cometer bobagens. Não seja sério; a seriedade é duvidosa; seja alegre; a alegria é interrogativa. Quem ri não devolve o ar que respira. Não atravesse o corpo na faixa de segurança. Grite para o vizinho que você não suporta mais não ser incomodado. Use roupas com alguma lembrança. Use a memória das roupas mais do que as próprias roupas. Desista da agenda, dos papéis amarelos, de qualquer informação que não seja um bilhete de trem. Procure falar o que não vem à cabeça. Cantarolar uma música ainda sem letra. Deixe varrerem seus pés, case sem namorar, namore sem casar. Seja imprudente porque, quando se anda em linha reta, não há histórias para contar. Leve uma árvore para passear. Chore nos filmes babacas, durma nos filmes sérios. Não espere as segundas intenções para chegar às primeiras. Não diga “eu sei, eu sei”, quando nem ouviu direito. Almoce sozinho para sentir saudades do que não foi servido em sua vida. Ligue sem motivo para o amigo, leia o livro sem procurar coerência, ame sem pedir contrato, esqueça de ser o que os outros esperam para ser os outros em você. Transforme o sapato em um barco, ponha-o na água com a sua foto dentro. Não arrume a casa na segunda-feira. Não sofra com o fim do domingo. Alterne a respiração com um beijo. Volte tarde. Dispense o casaco para se gripar. Solte palavrão para valorizar depois cada palavra de afeto. Complique o que é muito simples. Conte uma piada sem rir antes. Não chore para chantagear. Cometa bobagens. Ninguém lembra do que foi normal. Que as suas lembranças não sejam o que ficou por dizer. É preferível a coragem da mentira à covardia da verdade.
— Fabrício Carpinejar.      

sexta-feira, 31 de maio de 2013

Livros favoritos

Olá. Esse são meus livros favoritos, dez para ser exata. Sem ordem de preferência.



                                                                       Livros Favoritos

1. A menina que roubava livros

       O livro conta a história de Liesel Meminger sob o ponto de vista da Morte. Se passa na Alemanha, na segunda guerra mundial. É um livro tão sensível e duro, caloroso e frio. Esse sem dúvida lerei muitas vezes, mas do que já li. Escrito por Markus Zusac

2. O diário de Anne Frank

      Esse livro também se passa na época da segunda guerra, só que em Amsterdam, na Holanda. É o próprio diário da Anne, que me tocou profundamente. Não só pelo fato de Anne ser judia e estar escondida em um porão para não morrer. As palavras dela me tocaram porque sinto-me exatamente como ela, mesmo depois de sessenta anos de sua vida e morte.

3. Harry Potter e o Prisioneiro de Askaban

    O que falar de J.K. Rowling? Ela é genial por ter criado o mundo de Harry, Hogwarts, etc. Esse é o meu favorito até agora, já que estou lendo HP4, haha. A escrita é simples, mas a história é fascinante.



4. Memórias Póstumas de Brás Cubas

    Um dos primeiros clássicos brasileirissímos que li. Amei. Machado é brilhante, só.

5. Série Os Instrumentos Mortais

    Roubei nesse item, trata-se de uma série de mais de quatro livros, pela qual sou terrivelmente apaixonada.    A Cassandra Clare explora vampiros e lobisomens como antes nunca foram explorados.

6.Anjos e demônios
   Me batam mas eu continuarei gostando dos livros do Dan Brown. Eu sou apaixonada por Robert Langdon e me casaria com Tom Hanks se ele não fosse velho de mais, ele é o Robert perfeito. Sem mais, hahaha.



7. A hora da estrela
   De Clarice Lispector, muito bom. Algumas amigas me pediram o livro emprestado e nem leram, acham o jeito que Clarice escrevia muito chato, complicado. Ele é legal, interessante e seu final é espetacular, não há nada parecido.

8. Um amor para recordar
   Nicholas Sparks sempre me faz chorar não importa o quanto você reclame que seus livros são água com açúcar. Pra mim esse é o mais tocante. Desejo ler Noites de tormenta agora.



9. Cisnes Selvagens: Três filhas da China

   Esse livro conta a vida de três mulheres: Avó, mãe e filha. Escrito por Jung Chang, ela conta várias coisas sobre o passado de sua família e sobre a China de Mao.

10. A culpa é das estrelas

       Augustus Waters mexeu comigo. Hazel Grace me fez chorar, e olha que não é fácil fazer isso. John Green nos apresenta neste livro, a morte de uma forma bela e trágica. Não acrescentarei detalhes, leia o livro!


Todos os livros acima são altamente recomendados por mim, portanto, são bons. Acredito no meu julgamento acima de qualquer coisa!


quinta-feira, 30 de maio de 2013

Ser médica (ou pelo menos sonhar)

Olá, no post de hoje, vamos falar sobre meu sonho de vida: ser médica. E não, isso não é um manual de como passar no vestibular, sobreviver durante a faculdade, etc, etc. Essas descrições chatas, você encontra aos montes por aí.



 Vamos lá. Meu negócio sempre foi prestar vestibular para medicina, morar na capital e ser independente financeiramente de qualquer pessoa.
Salvar vidas, viajar pelo mundo ajudando pessoas vítimas das guerras, ajudar criancinhas subnutridas na África, os ribeirinhos do Amazonas...
Só que tenho uma intensa vontade de me dedicar à escrita. Ser escritora, jornalista, talvez. 
Adoraria viajar o mundo fazendo reportagens, ficar em casa do dia todo de pijama escrevendo um dos meus próximos Best Sellers e ganhar bastante dinheiro com isso, haha.
Espero que eu consiga decidir dentro dos próximos três anos que tenho. Mas tomara que dê tempo pros dois. 
Na verdade, sofro de um intenso problema de falta de tempo pra tanta coisa que quero fazer em minha vida.
Talvez eu viva o que, mais uns 80 anos? Viajar o mundo todo, provar de diferentes culturas e idiomas, conhecer pessoas diferentes e ter experiência emocionantes, ajudar meu próximo que está lá na China ou aqui no Amazonas, como já mencionei, vão me ocupar bastante.
 E você, qual é seu sonho? Deixe nos comentários, e lute ao máximo para realizá-lo. Nada de preguiça.
 Ah, quase esqueci! A foto do post tem um significado sim, ok? O "Dr. House" é um médico infectologista, e ser infectologista é meu desejo em relação a especialidade. Além disso, a série e ótima e faz séculos que não a vejo. 
Bom feriado, até amanhã... Vou curtir uns episódios da série Dr. House, só pra matar saudades! Beijos!

P.S.:Quando eu me formar médica, se alguém tiver um infarto na minha frente e outra pessoa perguntar "alguém chama um médico?" vou responder "com licença, afastem-se, sou médica!" como nos filmes, hahaha. Meu Deus, que pensamento besta!

sexta-feira, 22 de março de 2013

A caminhada




Nada muda, nada acontece. Eu tenho sonhos pra mim, é claro. Assim como você deve ter. Mas será possível realizar todos os nossos sonhos?
O que mais me apavora na vida é a possibilidade de fazer escolhas. E também é o que eu mais gosto nela. Só que as nossas escolhas de hoje refletirão em toda a nossa vida futura. E se o que eu escolher não for o que é bom pra mim? E se eu for infeliz no futuro?
E se a profissão não for essa, o namorado não for esse, o sapato de formatura não combinar com o vestido? E se, e se, e se???
Meu único objetivo na vida é viver por o motivo que eu gostaria de morrer, mas alguém já disse isso.
Mas diante de tantas causas, razões e ambições acharemos uma única dentre tantas outras para viver e se for necessário, morrer?
As perguntas nunca vão acabar. Eu realmente acredito que com o tempo tudo vai se acertar, mas tenho medo que não. Tenho medo que eu viva e morra, sem nunca ter vivido de verdade. Serão as artes, a ciência e toda iluminação e sabedoria que me indicarão o caminho que devo seguir?
"E se" é a pior incógnita que já foi criada, porque dela não saem respostas exatas e prontas. O nosso futuro é decidido no presente, o qual é reflexo do nosso passado. Não há fórmulas mágicas, nada de soluções. Só um caminho à trilhar... Temos que torcer para que o final valha a pena. Talvez seja tudo o que possamos fazer.

quarta-feira, 20 de março de 2013

Sobre o ciclo natural das amizades

Acabou a graça. Você e seu melhor amigo não tem mais nada a ver. Os assuntos que sua amigo fala, que são praticamente o centro do mundo dele, são totalmente imaturos. Dizem coisas que quando você ouve, se escandaliza. Aquilo simplesmente te incomoda. Tudo te incomoda. Ver a mesma coisa se repetir todos os dias te cansa. O que fazer quando seu amigo de anos não é mais a pessoa que costumava ser? Na verdade, ele mudou ou foi você que mudou? Infelizmente, ou não, isso é inevitável. A gente cresce. As coisas devem ficar para trás. O preço é alto, sim. Mas nada pior que forçar intimidade, um relacionamento que empacou. É mentira o que nossos pais e professores dizem: desistir nem sempre é ruim. As vezes, por mais amor que nos sintamos, temos que assumir o papel principal de nossas vidas. E todo posicionamento apresenta um risco.

sexta-feira, 1 de março de 2013

Aquecimento Global: Realidade inventada? - Polêmica da semana

Hoje, abre-se a tag "Polêmica da semana" e eu NÃO vou iniciar falando sobre a renúncia do Papa Bento XVI ou sobre a Jornalista e blogueira Cubana de nome engraçado. Aliás, seria bem mais fácil falar sobre esses dois assuntos, já que determinada rede de telecomunicações brasileira (a Globo mesmo) está nos saturando a semana inteira com notícias e mais notícias sobre.
A polêmica de hoje é: Aquecimento Global. Realidade inventada?
Meu título é muito teatral, eu sei. Vamos aos fatos:

- É FATO QUE: O aquecimento global é necessário para vida do planeta. (Ah, jura?)


O aquecimento global "é o aumento da temperatura média dos oceanos e do ar perto da superfície da Terra que ocorre desde meados do século XIX e que deverá continuar no século XXI." (Wikipédia).
Alguns cientistas ainda alertam que é um fenômeno natural do planeta, e que só estamos alarmados pois analisamos em um curto período de tempo ( por volta de 200 anos).
Ainda no governo Bush,em 2007, a porta-voz oficial da IPCC na época, Kristen Hellmer, disse que nos traria benefícios: "É importante considerar tanto os riscos como os benefícios para a saúde do aquecimento global. Nós nos apoiamos nas melhores ciências e tecnologias para definir nossas decisões políticas".

-TAMBÉM É FATO QUE: Devemos cuidar do planeta.

O aquecimento global não é teoria ou historinha pra boi dormir. Ele é, de fato, um fenômeno ocorrente em nosso planeta hoje. Há indícios fortíssimos de várias mudanças no clima da terra, ao longo dos bilhões de anos, como a Era Glacial, e com certeza, o que as nações querem evitar é uma repetição da destruição da vida na terra. Porém, nossas tentativas podem nos levar a lugar nenhum. A natureza é bem mais forte do que realmente imaginamos, e talvez nem toda nossa tecnologia possa impedir a destruição do planeta. Espero que, daqui há 500 milhões de anos, os futuros habitantes da terra entendam que fizemos tudo o que podemos, e que não escavem nossas ossadas e mexam em nossas casas, assim como fazemos com os dinossauros e homens de Neandertal.
E também, nada pode acontecer. Aí, finalmente, depois de tantas especulações e teorias assustadoras,
aprendamos a cuidar do nosso querido planeta.



O BRASIL NO ASSUNTO: Divino Moura, diretor do Instituto Nacional de Meteorologia , disse, em 2007, que o aquecimento global e a atual evidência do assunto no mundo pode trazem investimentos "as energias renováveis e aos biocombustíveis, que podem ser a porta para o desenvolvimento econômico" de países como o Brasil, Argentina,...



De 2007 para 2013, pouca coisa aconteceu no que se refere ao acesso a população à políticas de preservação. Isso é culpa do governo, que não nos disponibiliza meios de aprendizado e informação, e também é culpa de nós mesmos, que não as buscamos.


OBS: Imagens do Google Imagens, se você é dono dessa imagem, procure a aba Contato.

domingo, 24 de fevereiro de 2013

???

O título desse post foi minha reação ao ver essa imagem:



Afinal, é uma boca, um olho, ou os dois juntos? Hahaha, tente entender. Eu fiquei uns bons minutos observando a imagem. É bem bizarro...
E tem ainda mais bizarrices no 9GAG, que é bem famosa nos EUA, e eu já tenho uma conta lá há uns 6 meses. Corram para lá, vale muito a pena.


A maioria das ideias e imagens divertidas que vemos no Facebook e no Tumblr vem de lá. Beijos e até!

Auto-estima? É de comer?




Não adianta dizer que nunca mais vai acontecer. A gente sempre acaba ligando de mais para as opiniões alheias, e mesmo que mantenhamos a postura de dizer que não ligamos, acabamos nos magoando. E isso não é errado. Afinal, mostra que somos, sim, de carne e osso.
O que importa não é engolir todos os sapos e continuar de cabeça erguida. Porque, na verdade, o nosso coração vai estar doendo. Se você se importa, diga. Se te magoou, converse.
O que entendemos, enfim, e o que estou tentando compreender a cada dia é: quem se importa?
Se eu sou gorda ou magra, se tenho uma cabelo bonito ou não, se falo certo ou errado? Se vou pagar mico e todos vão rir de mim? A vida é curta demais pra essas besteiras. E geralmente, quem ri de você é tão inseguro quanto.
Não vale a pena perder a vida toda pensando o que poderão dizer, se arrisque e viva. Porque eu, do alto dos meus 14 anos, já aprendi essa lição.
Não perca mais tempo, nem momentos ou pessoas. Como diria o sábio, "Deixa que digam. Que pensem, que falem".

Wonderland and Pinterest

Eu disse que ia voltar, e de fato, voltei, haha. Post passado, falei do meu vício no Pinterest, que é um site de compartilhamento de fotos ao estilo Flickr.

Esse site é mais usado pelos artistas gringos e é m-a-r-a-v-i-l-h-o-s-o. Lá você encontra qualquer tipo de arte: ilustração, pintura, arquitetura, fotografia...
Além da interface limpa e clean, a qualidade das imagens e dos trabalhos expostos lá é... Não há mais adjetivos que eu lembre nesse momento pra descrever a qualidade do conteúdo do site!

E ele é todo organizado. Lá, você "pina" a imagem, que corresponde ao "tweetar", sabe? Repina (como um retweet), curte os outros pins e segue diversos paíneis, de vários assuntos variados  É possível ter mais de um painel em cada conta.
Hoje vou falar um pouquinho do Painel Wonderland, que é de ilustração e fotografia e coisas inacreditáveis, tudo junto. Eu adoro ilustração, pena que não tenho mais meus dotes de desenhos do prézinho!

Eu descobri ele hoje, e achei realmente incrível.

A dona do painel se chama Charlot Borra, é da cidade belga de Bruges.







Ah, meu Pinterest é esse. Se criarem um ou já tiverem uma conta lá, me sigam! Qualquer dúvida deixe nos comentários. Tchau, tchau!



Minhas explicações

Primeiramente, me perdoem! Acho que quase uma semana sem post novo, né? O que aconteceu foi o seguinte: primeira semana de aulas na escola e três matérias novas, então eu fiquei feito louca com o curso, compromissos particulares, ideias pro blog e o Pinterest. Todo o meu tempo livre (quando não estou comendo, dormindo, arrumando as coisas, ou fora de casa) vai pro Pinterest, porque simplesmente eu não consigo passar menos de duas horas vendo aquelas belas imagens. E ter ideias e produzir coisas de qualidade demanda tempo e pesquisa. Vou priorizar o blog no tempo livre, e controlar a vontade de pinar e dar like em todas as fotos incríveis que vejo no site. E ainda vou esquematizar posts e programá-los pra sairem no blog. Espero que gostem, porque o blog vai bombar agora! hahahaha.

Beijos, e obrigada por visitar...

segunda-feira, 4 de fevereiro de 2013

Eu não consigo terminar o que eu começo!



Esse é realmente um problema que muitas pessoas tem, inclusive eu. Por exemplo, quando eu começo um curso, no principio estou toda empolgada e depois de um mês ou dois eu desisto ou enjoo do curso e paro no meio do caminho. Isso também acontece com você?
É frustante, pelo menos pra mim. Já entrei no curso de desenho, de violão, guitarra, ballet e desisti em todos eles. Só que eu 2013 eu estabeleci metas e estou decidida a cumpri-las. Abaixo vai uma lista de dicas pra não desanimar no meio do caminho, e ela serve principalmente pra mim.

1- Encontre um objetivo e se comprometa a cumprir. O que você gosta de fazer? Gosta de música e quer aprender violão? Estabeleça um prazo, assim você ficará mais motivado pra treinar e alcançar sua meta.

2- Porque você desiste? Descubra os motivos que fazem você desistir. Acha que não é capaz ou é muito desafio pra você? Tudo é possível quando a gente realmente quer alguma coisa, você é capaz!

3- Aceite críticas. Não é porque seu professor disse que você está errando o acorde que você tem que desistir de acertar. Procure sempre melhorar e ouvir as críticas e transformá-las em bõnus e incentivo.

4- Seja corajoso! Não é fácil aprender um instrumento ou uma técnica nova. Passo à passo, erro à erro nós vamos nos tornando melhores.

E aí, tem mais alguma outra dica pra alcançar seus objetivos esse ano?

Imagens da semana

Hoje em dia com tantos sites de compartilhamento de fotos é impossível ficarmos fora dessa arte maravilhosa que é a fotografia. Eu adoro o Weheartit e o Pinterest, e existem muitos outros como o Flickr, por exemplo. Eu separei algumas imagens muitos legais pra abrir a tag #imagensdasemana que tem como tema a praia. Nada mais justo!











No início desse ano fiz uma viagem pra Guarapari - ES e pude tirar algumas fotos dos barquinhos lá, olha só o resultado:





As fotos foram editadas no Befunky, fica a dica! Lá tem ótimos filtros. É isso gente, até o próximo post.

sábado, 2 de fevereiro de 2013

Texto do dia

"Trancar o dedo numa porta dói. Bater com o queixo no chão dói. Torcer o tornozelo dói. Um tapa, um soco, um pontapé, dóem. Dói bater a cabeça na quina da mesa, dói morder a língua, dói cólica, cárie e pedra no rim. Mas o que mais dói é saudade.
Saudade de um irmão que mora longe. Saudade de uma cachoeira da infância. Saudade do gosto de uma fruta que não se encontra mais. Saudade do pai que já morreu. Saudade de um amigo imaginário que nunca existiu. Saudade de uma cidade. Saudade da gente mesmo, quando se tinha mais audácia e menos cabelos brancos. Dóem essas saudades todas. 
Mas a saudade mais dolorida é a saudade de quem se ama. Saudade da pele, do cheiro, dos beijos. Saudade da presença, e até da ausência consentida. Você podia ficar na sala e ele no quarto, sem se verem, mas sabiam-se lá. Você podia ir para o aeroporto e ele para o dentista, mas sabiam-se onde. Você podia ficar o dia sem vê-lo, ele o dia sem vê-la, mas sabiam-se amanhã. Mas quando o amor de um acaba, ao outro sobra uma saudade que ninguém sabe como deter.

Saudade é não saber. Não saber mais se ele continua se gripando no inverno. Não saber mais se ela continua clareando o cabelo. Não saber se ele ainda usa a camisa que você deu. Não saber se ela foi na consulta com o dermatologista como prometeu. Não saber se ele tem comido frango de padaria, se ela tem assistido as aulas de inglês, se ele aprendeu a entrar na Internet, se ela aprendeu a estacionar entre dois carros, se ele continua fumando Carlton, se ela continua preferindo Pepsi, se ele continua sorrindo, se ela continua dançando, se ele continua pescando, se ela continua lhe amando.

Saudade é não saber. Não saber o que fazer com os dias que ficaram mais compridos, não saber como encontrar tarefas que lhe cessem o pensamento, não saber como frear as lágrimas diante de uma música, não saber como vencer a dor de um silêncio que nada preenche.

Saudade é não querer saber. Não querer saber se ele está com outra, se ela está feliz, se ele está mais magro, se ela está mais bela. Saudade é nunca mais querer saber de quem se ama, e ainda assim, doer."

Martha Medeiros

Resenha: Livro Morte Súbita - J.K. Rowling

Oi! Primeiro post que vou resenhar um livro. E esse não é um livro qualquer, é o primeiro romance "adulto" da Rowling, a brilhante escritora da saga Harry Potter que, enfim, todo mundo conhece. Como nunca fiz uma resenha, vou dividir em duas seções: edição do livro e o livro em si.




                                                                O livro

1- Bem, isso é meio que "culpa" da editora, haha. O livro é, no Brasil, da editora Nova Fronteira. Ele é enormeeee tem 501 páginas, folhas amarelas (papel Chambril Avena 80g/m²), tem duas orelhas gigantescas que eu amo e a capa é maravilhosamente linda! Ufa, hahaha. A letra é razoável, que pessoas cegas como eu conseguem enxergar tranquilamente. A editora se preocupou muito com essa facilidade de ler, nada a reclamar em relação a isso. A única coisa que eu pobre tenho a reclamar é do preço do livro, é meio carinho, pelo menos quando eu comprei estava R$49,90. Foi o mais caro que eu já paguei num livro, eu acho. Mas tudo bem, eles gastaram quase meio quilo de papel na impressão, hahaha.

2- A história é basicamente vários acontecimentos em volta do ponto principal, que é a morte súbita de Barry Fairbrother. Vale muito a pena ler, a história é cheia de detalhes e realmente tem partes emociantes que a gente acaba chorando! Meus personagens favoritos morreram :( E um advertência: o livro tem muito palavrão. Não, eu não gosto de livros com palavrões. Acho feio e chulo, mas não diminuiu a beleza da obra.

Bom, é isso, comprem o livro e me digam o que acharam, beijos!

Designer nosso de cada dia!

Há tempo eu sigo esse tumblr de designer e simplesmente acho fotos maravilhosas e ideias surreais de decoração e arquitetura. Algumas são impossíveis de se ter em casa (hihi) mas são ótimas pra olhar, pasmar e se inspirar. Curto mais uma pegada minimalista de designer. Adoro paredes de vidro e piscina, e quando for construir minha casa acho que ela vai ser toda de vidro! Só por causa da energia que a luminosidade natural trás.




Outra coisa que eu adoro é azul e papel de parede, esse é meu banheiro dos sonhos, hahaha:








Espero que tenham gostado desse pequeno tour de decoração e arquitetura. As fotos são do tumblr, você encontra mais delas aqui. E a propósito, esse aqui é o meu Tumblr, segue lá! Beijos e até o próximo post.

Novas perspectivas




Oi gente! Bem, o nome do post é muito sugestivo. Vou mudar um pouco o conceito do blog, tentar variar e diversificar os assuntos daqui pra frente porque só escrever sobre viagens e Londres é muito cansativo, espero que gostem, já já sai post novo. Beijos :)

segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

10 lugares pra se conhecer na vida!

 Meu sonho continua sendo viajar, seja pra Londres, Paris ou Nova York hahaha. Bem, eu ainda tenho 14 anos e acho que talvez Londres não seja meu destino ideal da minha primeira viagem (grande) internacional. Eu ia viajar esse ano, mas eu e meus pais decidimos que seria melhor eu ir daqui há uns três anos, pois já estaria com meu inglês melhor e com 18 anos. Eu, relutantemente, aceitei (lê-se: não tive escolha, hahaha).
E como a data da viagem mudou, o destino também vai mudar! A seguir vai uma lista de lugares que eu gostaria de conhecer em algum momento na minha vida...

                                          Os 10 lugares que eu quero conhecer nesse mundo:

1- Roma, Itália. Meu bem, eu simplesmente amo a Itália hehehe. Lá tem tanta história, museus, e o Vaticano com tantas obras de arte de Bernini, Michelangelo, Da Vinci que chega a criar lágrimas nos olhos só de imaginar!



2- Istambul, Turquia. Eu juro que não é por causa da novela das nove!!! HAHAHA. Eu sempre quis conhecer Istambul, ok? Lá é o lugar onde tudo acontece, é uma cidade que une a história a cultura cosmopolita que todos amamos.



3- Ilha de Hidra, Grécia. Tudo aconteceu quando eu e meu pai estávamos vendo um documentário há 5 ou 6 anos atrás e decidimos visitar esse lugar. Pretendo viajar com meus pais quando for, vai ser realmente lindo. Essa ilha é pequena, lá ninguém anda de carro e só de camelo, lhama, burrinho ou seja lá o que aqui for hahaha. Eu vou por causa do burrinho, são fomos hahaha.


4- Atenas, Grécia. É o sonho da minha vida, eu acho. Eu sou apaixonada por mitologia grega (e egípcia  e história em geral) e conhecer uma cidade totalmente dedicada a deusa da sabedoria é muito maneiro.



5- Londres, UK. A terra da rainha, dos Beatles e do chá preto (hahaha). A cidade é uma das mais bonitas do mundo na minha opnião e com certeza eu quero conhecer cada cantinho de lá.



6- Paris, França. Paris é Paris, dispensa descrições né? É sonho, e sonho tem que se realizar!


7- Nova Déli, India. Quando eu for pra India e vou vestir aquelas roupas típicas porque sim hahaha. É absurdamente lindo! Sem contar a paisagem e a linda história de amor do Taj Mahal.


8- Cairo, Egito. Vale dos reis, as pirâmides, Esfinge. Onde as coisas aconteceram e evoluiram em um tempo que a humanidade não era tão avançada, ache que devemos muito ao Antigo Egito... E seria bom conhecer.
9- Jerusalém, Israel. A terra santa, e também com muita diversidade religiosa e conflitos.


10- Nova York. Times Square, Central Park, e todos aqueles cenários de filmes que amamos...



Juro que a lista vai pra mais de 100 lugares se eu continuar, e não está em ordem de preferência, ok? Espero que tenham gostado, beijoooooos!